A628E61C-0ECC-4132-AE5D-DFD7D7685A59Foram milhares de visualizações, cliques, likes, comentários registrados.

Foram milhares de palavras, manchetes, fotos selecionadas.

Foram…

Chega um momento da gente que as coisas podem mudar. E em consideração a milhares de pessoas que me conhecem e me acompanharam neste lindo trabalho, eu venho dizer o motivo que me leva a uma mudança no cenário da comunicação, do jornalismo que tanto amo. Mas, antes, aproveito para dizer que continuarei participando da vida da nossa cidade como jornalista, continuarei participando das mudanças.

Eu alcancei o que queria com o Blog. De início, confesso, nem imaginava que teria um veículo de comunicação nas mãos, ainda mais com alto nível de credibilidade, atenção e reconhecimento.

Quando vi, eu tinha tudo isso e foram vocês que me garantiram essa vitória, esse orgulho.

E acredito que tudo isso é resultado de um trabalho que fiz questão de fazer com seriedade, honestidade e com muito amor, pois sou a-pai-xo-na-dís-si-ma pela minha profissão: o jornalismo.

Chegou um momento que decidi não me render à quantidade de cliques, mas selecionar assuntos com o objetivo exclusivo de ajudar pessoas. Preferi, muitas vezes, deixar a manchete que atrairia a atenção de muitas pessoas com o sangue e a desgraça de alguém, para dar opções das vagas de trabalho para que as pessoas desempregadas pudessem ter acesso àquela informação e, quem sabe, uma vida melhor.

Meu Blog fugiu, completamente, do estilo de jornalismo e de jornalista que publica a matéria impondo seu ponto de vista. Eu passei as informações, sempre esperando que pudessem ser aproveitadas para reflexão, para que o outro -o meu leitor- pensasse. E, eu quero ver e ajudar o lado onde o jornalismo faz a diferença na vida das pessoas.

Em novembro de 2018 eu fiz um curso chamado Método CIS, que trata de inteligência emocional. Através dele, e após colocar em prática muitas das ferramentas aprendidas, eu melhorei minha autoestima, consegui parar com o antidepressivo que tomava (mas com supervisão médica, claro!), retomei minha paixão pelo jornalismo, mas também questionei o uso do meu tempo e o objetivo do uso deste mesmo tempo. Aí, várias fichas começaram a cair. E uma delas envolve o uso do meu tempo para fazer a diferença.

A internet consome um tempo precioso e decidi fazer um melhor uso deste tempo. Eu quero mais conexão do olho no olho, da conversa franca e honesta onde você percebe o tom de voz – o carinho ou a franqueza-, eu quero mais ações menos virtuais e mais reais.

Tentei fazer a diferença via Blog também. Acredito que consegui em inúmeras vezes e uma das histórias mais marcantes foi saber que consegui ajudar uma moça que precisava fazer uma cirurgia urgente na perna e que estava sofrendo por questões burocráticas. Quando ela virou “a menina do Blog”, após divulgar sua notícia, a cirurgia aconteceu. Essa história vai ficar guardada na minha mente, no meu coração como muitas outras, como muitos comentários e manifestações. Eu, por meio do Blog, ajudei pessoas a se reencontrar! Foi incrível!

O que eu farei agora? Ainda não sei. Mas estou tranquila com esta decisão, pois sei que eu tenho um propósito de vida e que Deus vai me ajudar a abrir novas portas para alcançar este propósito. Estas portas, aliás, já têm sido abertas!

Posso retomar o trabalho feito com o Blog da Luciane? Claro que sim! Mas agora é hora de dar atenção a outras coisas e tirar os olhos da tela do computador para olhar mais nos olhos dos meus filhos, do meu marido, dos meus pais, dos meus irmãos, dos amigos.

Tchau! Quem sabe a gente se vê de novo por aqui.

Caso isso não aconteça, nem esquenta!

A gente pode se ver ali na praça, na igreja, na rua e bater um papo.

 

Tags: , , , ,

Compartilhar



Comentar com o Facebook


1 comentário

  1. Luiz De Sá Maranhão Neto

    Prezada JORNALISTA.
    Lamento a decisão,porém respeito.
    Parabenizo pela sua postura sempre ética.
    Agradeço pelo apoio e confiança que recebi do seu Blog.
    Abraço
    Luizinho Maranhão

Deixe uma resposta


vermelho {limão}