Muitas vezes o cidadão enfrenta situações difíceis, assim como os funcionários da Prefeitura, pela falta de conhecimento. Para evitar constrangimentos, vamos conhecer os serviços do sistema de saúde de Paranaguá

5679Cada estrutura de saúde de Paranaguá tem serviços específicos à disposição do cidadão. Neste material informativo, a Prefeitura esclarece sobre as diferenças entre as Unidades Básicas e Unidades de Urgência e Emergência.

Paranaguá tem três unidades classificadas como de Urgência e Emergência.

A primeira é a Unidade “Dona Baduca” que tem atendimento preferencial de pediatria.

A segunda unidade é a “Segismundo Gonçalves”, na Vila Divinéia, que realiza atendimento adulto e faz encaminhamentos para o Hospital Regional do Litoral. E a terceira unidade é a “Domingos Lopes do Rosário” no bairro Serraria do Rocha que faz atendimento de urgência e emergência no período noturno, mas durante o dia funciona como uma unidade do programa Estratégia Saúde da Família.

Unidades básicas

E existem as unidades básicas onde há vários serviços à disposição do cidadão.

Nestas unidades há clínico geral, pediatra, ginecologista-obstetra, serviços de pré-natal, coleta de preventivo, vacinação, procedimentos de enfermagem, controle nutricional e entrega de medicamentos.

Agora você confere quais são as unidades básicas de saúde em Paranaguá: Caic, na avenida Gabriel de Lara, Banguzinho, Santos Dumont, Encantandas (Ilha do Mel), Nova Brasília (Ilha do Mel), Colônia Maria Luísa, Amparo e São Miguel.

A Secretaria Municipal de Comunicação vai informar em novos releases os serviços prestados no Centro Municipal de Especialidades, no Centro Municipal de Diagnósticos e outras estruturas de saúde, assim como as unidades onde estão instaladas as equipes do programa Estratégia Saúde da Família e quais os serviços prestados.




Quem gosta de cantar deve fazer inscrição até 30 de abril

12267Você gosta de cantar? Então pode aproveitar a oportunidade que o Coral Municipal de Paranaguá está abrindo. A regente do Coral, Marília Cavallari, comunica que estão abertas as inscrições para testes de ingresso no grupo.

As inscrições podem ser feitas de 15 a 30 de abril, na Casa Cecy e os testes serão feitos nos dias 17, 22 e 29 de abril e no dia 6 de maio.

O Coral Municipal de Paranaguá é um dos grupos da Fundação Municipal de Cultura da Prefeitura de Paranaguá.




1536439_10202816229339695_6420780071426084591_n10153716_10202816225939610_8408526147777785325_n

 

 

“Vinte dias e nada da CAB Águas de Paranaguá verificar o vazamento de esgoto aqui na rua”, disse o morador Mauro Júnior Já foram mais de 10 protocolos apresentados na empresa e ele ainda reclama do problema com fotos postadas na rede social Facebook nesta quinta-feira, dia 17.




Escrito pelo portuário aposentado Algacyr Morgenstern, o livro resgata a história do porto através dos estudos de historiadores antoninenses

 Escrito pelo portuário aposentado Algacyr Morgenstern, o livro resgata a história do porto através dos estudos de historiadores antoninenses.

Escrito pelo portuário aposentado Algacyr Morgenstern, o livro resgata a história do porto através dos estudos de historiadores antoninenses.

 O advogado, escritor e portuário aposentado Algacyr Morgenstern, lançou na última terça-feira (14), no Centro de Letras do Paraná, o livro “Porto de Antonina – Contribuição à História”.  A edição completa a trilogia escrita por Morgenstern, retratando a história dos portos paranaenses.

 Prestes a completar 90 anos de idade, Morgenstern resolveu contar a história do Porto de Antonina baseado no estudo de historiadores antoninenses, que se especializaram em contar a luta da população da cidade em manter o porto – sua maior riqueza – em funcionamento.

 

O diretor do Porto de Antonina, Luis Carlos de Souza, prestigiou o lançamento do livro. “É uma satisfação muito grande ter a história do Porto de Antonina contada por um funcionário do porto, que sempre se dedicou a estudar a nossa história”, disse.

 Morgenstern doou 25 exemplares da obra para a Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa). A Appa estuda a instalação de uma biblioteca, no Porto de Antonina, especializada na temática portuária. “Temos um espaço nobre e adequado no novo prédio administrativo em Antonina para receber uma biblioteca. O próprio Dr. Algacyr já nos doou livros de sua biblioteca pessoal e nossa intenção é tornar este rico acervo disponível para a pesquisa pública”, disse o diretor.

 Morgenstern trabalhou no Porto de Paranaguá entre 1968 e 1996. Atuou em diversos setores da empresa, sendo que sua última lotação foi na Procuradoria Jurídica da Appa.




12273Começou hoje a Feira do Peixe de Cultivo, na Praça Portugal. A expectativa é de que sejam comercializados 2,5 mil quilos de peixes de água doce (carpa, tilápia, pacu, jundiá, lambari e cabeças-grande). Carne de siri, ostras e camarão serão trazidas das comunidades pesqueiras e também serão opções para o consumidor.

A administração municipal fornece o transporte, a estrutura de barracas e a divulgação do evento. “Os peixes são retirados dos tanques de cultivo e transportados em caminhão-frigorífico da Prefeitura”, explica o engenheiro de pesca Astrogildo de Melo, funcionário da Emater (Empresa Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural) e que acompanha os trabalhos.

Segundo Astrogildo, a ideia é desenvolver a região das colônias de Paranaguá para explorar três pilares principais: turismo rural, gastronomia e produção de pescados.

“Eles já têm uma produção voltada ao atacado, mas a Feira os ajuda a chegar mais próximos dos consumidores, o que pode dar mais lucro ao produtor”, disse.

17 ª Feira do Peixe de Cultivo

Datas: 17 (das 8 às 18h) e 18 (das 8 às 12h)
Local: Praça Portugal

Confira os produtos, preços por kg e quantidade disponível na feira:

Bagre – R$ 12/kg – 200 kg
Pacu – R$ 12/kg – 500 kg
Tilápia – R$ 10/kg – 1,5 mil kg
Carpa R$ 10/kg – 500 kg
Ostra R$ 7/kg – 100 dúzias
Carne de siri R$ 22/kg – 60kg
Camarão pequeno R$ 20/kg – 100kg
Camarão médio R$ 28/kg – 90kg
Camarão grande R$ 35/kg – 40kg.

Fonte: SECOM/PMP




Solidariedade é tudo nessa vida! André Leandro Ramos precisa da nossa ajuda

Sem títuloAndré Leandro Ramos, filho da Maria Vidal, está hospitalizado no Angelina Caron, em estado crítico com a Síndrome Giullain Barre. Uma doença que comprime a traquéia e paralisa os membros inferiores.

Os familiares conseguiram medicação pelo Sistema Único de Saúde (SUS), mas a situação é difícil. Para buscar minimizar o problema, os familiares e amigos estão se mobilizando para conseguir recursos para pagar as despesas.

Hoje, a partir das 14 horas, você poderá colaborar comprando bombons, de vários sabores, que serão vendidos ao lado da 1ª Igreja do Evangelho Quadrangular de Paranaguá, no bairro Raia.

Uma das iniciativas também vai acontecer no próximo sábado na Feirinha da Catedral, quando os amigos vão vender chocolate numa das barracas.

E no dia 09 de maio, vai acontecer um Café Colonial no Clube Litterário do centro com noite de louvor numa iniciativa do grupo social da Primeira Igreja Batista de Paranaguá. O evento terá venda de ingresso a R$ 10,00 a partir da próxima sexta-feira com Rosa. Contato pelo telefone 8495-3342.

Ela está angariando brindes para sortear no dia do café colonial. Quem quiser ajudar, pode se dispor e entrar em contato pelo telefone acima.




O  salário para 40 horas é  de R$  1.697,00
Contratação é em regime de CLT, com 10 vagas imediatas  e  50 para reserva de cadastro

Para este segundo teste seletivo não haverá cobrança de taxa de inscrição. Elas foram abertas ontem dia 16 e se encerram nesta quinta-feira, dia 17 de abril/2014 das 09h00 às 16h00, na sede da Secretaria Municipal de Educação, situada na rua dos Coraes, S/Nº, em Shangrí-lá. O candidato precisa ter concluído o ensino médio, com habilitação em Magistério, Pedagogia ou que este esteja cursando pedagogia. Mais detalhes no site oficial da prefeitura municipal, conforme edital 001/2014.

 http://www.pontaldoparana.pr.gov.br




IPTU:Vereadores querem explicações e evitar oficiais de Justiça na Ilha dos Valadares

C_mara---1_-sess_o-extraordin_ria-(10)Durante a sessão da última terça-feira, alguns vereadores aproveitaram para justificar requerimentos apresentados ao plenário. O vereador Márcio Costa, por exemplo, requereu um secretário ou servidor para explicar sobre o IPTU da Ilha dos Valadares. A vereadora Sandra Neves, que vem cobrando há meses, votou junto com o companheiro do PRB. “Até agora a Prefeitura não se manifestou junto à Câmara”, disse a vereadora. “E os oficiais de Justiça continuam batendo nas portas dos moradores da Ilha dos Valadares”, completou.

O vereador Carlinhos da Ilha reforçou a opinião da vereadora Sandra e o requerimento foi aprovado.

Jacizinho quer explicações sobre posto de saúde

jacizinhoE o vereador Jacizinho quer aproveitar a mudança na Secretaria Municipal de Saúde para questionar a nova secretária sobre o posto de saúde da Ilha dos Valadares. “Tem gente sentada do lado de fora do posto. Liguei para o engenheiro e soube que a situação é péssima”, desabafou em plena sessão da Câmara.

Também quer saber se a Ilha dos Valadares vai ter um posto 24 horas. Carlinhos da Ilha aproveitou para lembrar de como se sentiu quando soube que a Prefeitura faria um posto de saúde no campo do Canarinho. “Me senti como um marido traído, o último a saber”, disparou.

O líder do governo, acompanhando, atentamente, o desabafo dos vereadores que também foram acompanhados pelos pronunciamentos de Sandra Neves e Márcio Costa, destacou que a atual administração tem realizado um esforço enorme para colocar a casa em ordem.

Depois de fazer cinco testes seletivos para contratação de médicos, recebe agora 8 médicos dentro do programa Mais Médicos. “A vontade do prefeito é acelerar o atendimento e agilizar muitos serviços na área de saúde, ainda mais que é um médico e sabe do que a cidade precisa nessa área”, reforçou Maranhão.

Mas a presença da secretária de Saúde para repassar informações foi aprovada por todos os vereadores.

No olho da rua

imageE o vereador Adriano Ramos comentou sobre a venda de uma empresa pela Sadia fazendo com que a demissão de funcionários antigos de casa ocorresse. Pessoas com mais de 30 anos de casa, agora, estão no mercado de trabalho e com o currículo na mão. Situação difícil para muitas famílias.




12277A abertura da exposição “Grande Mar Redondo”, do fotógrafo Celso Lück Júnior, aconteceu na última terça-feira, no espaço Carijó, na sede do Poder Legislativo e foi bastante prestigiada.

O evento conta com total apoio do prefeito de Paranaguá, Edison de Oliveira Kersten. A Prefeitura, através da Fundação Municipal de Cultura, divulgou a arte e o talento parnanguara através de outdoors, encartes e material publicitário de qualidade que divulga a cidade e que, ainda será usado para mostrar Paranaguá em eventos em outros Estados e países.

Muitas pessoas que estiveram na abertura da exposição, puderam apreciar, através das imagens captadas pelo fotógrafo, o cotidiano de Paranaguá em vários momentos e sob diferentes ângulos.

O curador da exposição, André Serafim, destacou o olhar apaixonado do artista. “A gente consegue perceber uma Paranaguá de resgate, de memória, de identidade que Celso nos mostra nestas fotos, e que muitas vezes, não temos tempo de olhar”, destacou na abertura.

A professora e patronesse da Fundação Municipal de Cultura, Ivone Marques disse que, nestas fotos, tudo é retratado com fidelidade. “Celsinho Luck é único. Ele faz despertar no coração da gente um amor redobrado por Paranaguá. Estou vendo as pessoas se encantando”, disse ela.

O presidente da Câmara de Vereadores, Marquinhos Roque, parabenizou o trabalho do artista e destacou que esta é a oitava exposição na Câmara. “Depois que reabrimos o espaço, já é a oitava exposição e Celso Luck é um grande artista e com um belo trabalho em exposição. Quem vier, vai ver o quanto ele ama essa cidade e como ele se dedica e que merece todo o nosso respeito”.

A diretora do Teatro Rachel Costa, Olga Maria e Castro, destacou que o que há de mais bonito está retratado nas fotos que hoje estão nas paredes do Palácio Carijó, sede da Câmara de Vereadores. “Celso aponta o que há de mais bonito e temos que prestigiar o artista”, reforçou Olga.

“É um trabalho que a gente faz ao longo dos anos e Paranaguá sempre foi a minha musa inspiradora e acho que o trabalho está do agrado das pessoas”, disse, finalmente o fotógrafo, Celso. “Paranaguá tem muita história e tem gente daqui mesmo que não conhece, e queremos despertar o interesse do povo com este trabalho”, reforçou.

Os organizadores agradeceram ao presidente interino da Fundação Municipal de Cultura, Rafael Guttierres Júnior, pelo apoio dado ao evento.




Terreno - Muro palitos 2A Marinha do Brasil e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) assinaram Termo de Cessão de Uso Gratuito de Bem Imóvel de uma área de cerca de 2 mil m², localizada nas proximidades da Capitania dos Portos do Paraná (CPPR). Os fundos do terreno ficam às margens do Rio Itiberê, principal ponto de acesso à Baía de Paranaguá, e será usado para ampliar as instalações da CPPR para vistorias navais e atendimento ao público.

Representantes do Ibama e Capitão dos Portos           Publicado no Diário Oficial do dia 4 de abril, o documento tem vigência de 15 anos, prorrogáveis por iguais e sucessivos períodos. A assinatura do Termo contou com as presenças do Superintendente Estadual do IBAMA no Paraná, Jorge Augusto Callado Afonso; do Chefe do Escritório Regional do IBAMA em Paranaguá, Heitor de Souza Peretti; e do Chefe do Escritório do Instituto Ambiental do Paraná (IAP), Cyrus Augustus Moro Daldin.



Nuvem Digital