Casquinha deve tentar impedir o afastamento imediato determinado pela sentença

pontal-do-parana-lg-30bd3f84A Justiça Eleitoral de Matinhos que abrange a cidade de Pontal do Paraná, por meio da Juíza  Daniele Guimarães da Costa, sentenciou pela cassação do prefeito de Pontal do Paraná. A sentença define a cassação imediata do registro atual do prefeito Marcos Fioravante e também a diplomação e afastamento imediato.

A Coligação Pontal Sempre em Frente- formada pela oposição do atual prefeito- entrou na justiça pedindo a cassação por desvio e abuso de poder econômico com gastos eleitorais, antes mesmo da abertura da conta bancária, existência de caixa 2 na campanha eleitoral, distribuição de combustível para captar votos , omissão de gastos na prestação de contas, entre outras situações.

Com a cassação de Marcos Fioravante, Casquinha, e do vice-prefeito Fábio de Oliveira, quem assume a prefeitura de Pontal do Paraná é o presidente da Câmara, Fabiano Alves Maciel, conhecido como Binho.

O prefeito deve tentar conseguir uma liminar para impedir seu afastamento imediato.

Tags: , , , ,

Compartilhar



Comentar com o Facebook


Deixe uma resposta


vermelho {limão}