Incêndio num armazém no KM 5 de Paranaguá é considerado um desastre de grandes proporções. Fuligem apareceu em bairros mais distantes do local assustando moradores. Defesa Civil e IAP alertam os moradores para não tomar banho ou pescar no Rio Emboguaçu

essa incêndioUm incêndio no armazém da empresa Brasmar, no km 5, de Paranaguá começou por volta das 2h da madrugada desta quarta-feira (15), assustando moradores da Vila do Povo e bairros mais próximos ao local. Durante toda a madrugada, bombeiros e vários outros profissionais, trabalharam para controlar o fogo. O incêndio foi definido como de grandes proporções. A fumaça alta chamava a atenção de moradores de bairros mais distantes da região. Até fuligem caiu sobre calçadas e roupas das casas de bairros como da Vila São Vicente e Jardim Santos Dumont que ficam do lado oposto ao armazém.

essa incêndio combateO armazém é da empresa Compacta que alugou para a Brasmar. No local estavam armazenadas bobinas de papel, papelão, fardos de algodão e produtos para fertilizantes. Um dos produtos, aliás, acabou vazamento para um rio próximo.

O chefe do Escritório do IAP em Paranaguá afirmou que não há risco de contaminação da rede de abastecimento de água.

Sem banho no Rio Emboguaçu

A Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (Comdec) e o Instituto Ambiental do Paraná (IAP) estão orientando a população da região da Vila do Povo, para evitar tomar banho no Rio Emboguaçu, pescar ou entrar na água, até que se apure o vazamento de produto químico que atingiu a galeria de águas pluviais e depois o rio.

Todas as medidas para a contenção do vazamento foram tomadas de imediato e a orientação é que o contato com o produto químico, de cor azul claro, seja evitado.

Mais fotos na fanpage do Blog da Luciane: https://www.facebook.com/media/set/?set=a.751652614863011.1073741911.524406240920984&type=3

DSC08679

 

Tags: , , ,

Compartilhar



Comentar com o Facebook


Deixe uma resposta


Nuvem Digital