Parceria entre municípios e informações sobre projeto de Salas Sustentáveis são os próximos passos. Na próxima segunda-feira, dia 14, vereadores estarão em Curitiba

IMG_0683O presidente da Câmara Municipal de Paranaguá, Marcus Antonio Elias Roque, acompanhado dos vereadores Jaime da Saúde, Nóbrega e Fábio Santos, estiveram, na tarde de terça-feira, 8, na sede do Núcleo Regional de Educação (NRE), para uma conversa com a chefe do órgão, Selma Meira. O assunto foi a busca por uma solução para a presença do ensino da rede estadual em ilhas e comunidades pesqueiras da região.

Após a ida de um grupo de vereadores até a comunidade de Eufrasina, no mês de julho, quando houve a audiência do projeto Câmara Itinerante, a população insulana pediu esforços dos políticos para a existência do ensino do 5º ao 9º ano na localidade.

IMG_0690Nesta terça, na reunião com a chefe do NRE, ficou combinado que os vereadores vão intermediar com o prefeito de Paranaguá, Marcelo Roque, e o prefeito de Guaraqueçaba, Ariad Júnior, a realização de uma parceria que contemple a destinação de umdos oito barco escola, que o município guaraqueçabano obteve do Governo Federal para o serviço de transporte de alunos em suas ilhas. No total, foram oito barcos escolas que vieram do Estado do Amazonas para o Litoral do Paraná, sendo que um deles poderia ser cedido, por meio de comodato, para atender as comunidades insulanas de Paranaguá.

Caso a parceria seja firmada, a embarcação poderá ser utilizada para que o município de Paranaguá possa oferecer o transporte marítimo gratuito dos estudantes até a escola existente na Ilha do Teixeira, onde uma sala de aula poderá ser adaptada para receber cerca de 30 estudantes advindos das comunidades de Eufrasina, Nacar e Europinha. “Seria uma solução de curto prazo e resolveria, em um primeiro momento, o atual problema” observou Selma Meira.

SOLUÇÃO DEFINITIVA

Na próxima segunda-feira, 14, os vereadores que participaram da reunião no NRE estarão em Curitiba, na sede do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Educacional (Fundepar), para saber, junto ao seu presidente, Vitor Hugo Boseli Dantas, a respeito do projeto “Salas Sustentáveis”, as quais são entendidas como o futuro das salas de aulas em localidades como ilhas e comunidades pesqueiras.  “Em um primeiro momento precisamos resolver, de imediato, a questão dos atuais alunos que não conseguem estudar, mas é preciso que tenhamos em mente a solução definitiva para o problema da falta de sala de aulas em lugares como as ilhas ou colônias. Por isso, tomamos conhecimento por meio da Selma deste projeto das Salas Sustentáveis e agora vamos a busca delas”, disse o presidente da Câmara de Vereadores, Marquinhos Roque.

O vereador Jaime da Saúde, propositor da presença da Câmara Itinerante em Eufrasina, comemorou a situação. “Vamos levar as boas notícias aos nossos amigos de Eufrasina, pois a Câmara cumpriu com sua proposta de dar uma resposta aos anseios da querida comunidade de Eufrasina”, declarou. Os parlamentares, Nobrega e Fábio Santos, também ficaram entusiasmados com a atenção dada pela chefe do Núcleo Regional de Educação ao assunto. “A Selma fez uma explanação muito boa sobre a realidade na área da Educação dentro das ilhas e nos abriu novos horizontes para que possamos trabalhar pelas melhorias nessas comunidades”, afirmaram os vereadores.

Tags: , , , , , , , , ,

Compartilhar



Comentar com o Facebook


Deixe uma resposta


vermelho {limão}