DC - 2 B.indd


coluna-pagina-7


untitled-2


untitled-1


untitled-1


katia-muniz2Para: Kátia Muniz

Em um encontro de amigos, com dezembro ainda recebendo os primeiros sinais de vida, ouvi alguém dizer: “Eu desejo que 2017 seja 100%.”

Força de expressão, claro.

Tudo dentro de uma linha reta, fechando bonitinho o balanço da vida, nada fora do lugar, tudo perfeito, impecável, correto, primoroso, virtuoso, imaculado? Sabemos muito bem que a vida não é linear. Ler mais →


katia-muniz2Por: Kátia Muniz

“O pior tipo de distância é aquela que acontece entre pessoas que estão perto uma da outra”. Não sei a quem dar os créditos para essa frase. Ela é mais uma, no meio de tantas, que circulam nas redes sociais. Mas, quando chegou ao meu computador, não ocupou somente o espaço na tela, conseguiu transferência para o meu pensamento e ficou bradando lá dentro. Ler mais →


kátia-muniz2Por: Kátia Muniz

Minha amiga me perguntou: “Você acredita mesmo que um amor possa ficar engavetado durante 20 anos?”.

Ela estava se referindo ao casal de protagonistas da atual novela das 21h, da Rede Globo, “A Lei do Amor”.

Mostrava-se incrédula. Achou um exagero, depois de 20 anos de ausência, os dois pombinhos se olharem e todo o amor vivido no passado retomar à cena.

Eu não acompanho a novela, mas ela foi me dando detalhes, ao mesmo tempo que fincava o pé ao afirmar que isso não existia, era coisa de novela.

Ri e respondi: “A vida também é uma novela, baby.”

Em se tratando de amor tudo é possível, e nada, absolutamente, nada pode ser descartado.

Amor não acompanha lógica. Não segue cartilha. Não respeita roteiro.

Amor surge, acontece, brota, vibra, pulsa.

Sabe qual é o problema do amor? É quando ele encontra as reticências. Ler mais →


untitled-1


kátia-muniz2Por: Kátia Muniz

Sim, eu sei. Não sou nada criativa na hora de dar títulos aos meus textos. Não considero, porém, que isso seja uma falha. Vejo como um facilitador.

Se vou comentar sobre um filme a que assisti, há 100% de chance de a crônica levar o mesmo nome. Assim foi com: “Booyhood”, “Birdman”, “Antes do amanhecer”, “A teoria de tudo”, para citar alguns. Ler mais →



vermelho {limão}