A próxima audiência ficou marcada para o dia 18 de fevereiro de 2019, às 10h, na sede do TRT-PR

Marcada-nova-audiencia-de-dissidio-entre-APPA-e-SINTRAPORT-diario-da-industria-300x133Foi adiada a audiência de dissídio coletivo envolvendo a Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (APPA) e o Sindicato dos Trabalhadores Empregados na Administração e nos Serviços de Capatazia dos Portos, Terminais Privativos e Retro-Portuários no Estado do Paraná (SINTRAPORT). A próxima audiência ficou marcada para o dia 18 de fevereiro de 2019, às 10h, na sede do TRT-PR. Ler mais →


normal_rumo1Representantes da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) e da Rumo, empresa que administra o modal ferroviário que passa por Paranaguá, têm se reunido para discutir a redução dos impactos negativos da passagem do trem para a comunidade do município. O objetivo é definir ações que podem ser adotadas para solucionar problemas no trânsito, em especial nos cruzamentos da ferrovia com as avenidas Roque Vernalha, Coronel José Lobo e Ayrton Senna da Silva. Ler mais →


5.2-porto-de-paranaguaForam nomeados nesta quarta-feira (30), pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior, novos diretores da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina. Com isso, as sete diretorias que administram os Portos do Paraná estão completas. Confira os nomes: Ler mais →


População pode conhecer durante o fim de semana de visitação pública a Fragata

População pode conhecer durante o fim de semana de visitação pública a Fragata Independência em Paranaguá, litoral do Estado do Paraná. Fotografia: Capitania dos Portos do Paraná.

População pode conhecer durante o fim de semana de visitação pública a Fragata
Independência em Paranaguá, litoral do Estado do Paraná.
Fotografia: Capitania dos Portos do Paraná.

Cerca de 3 mil pessoas visitaram a Fragata Independência (F-44) nos dias 26 e 27 de janeiro atracada na cidade de Paranaguá, no Litoral do Estado do Paraná, em razão da Operação Aspirantex-2019, que acontece no período de 11 a 31 de janeiro na área marítima compreendida entre o Rio de Janeiro e Montevidéu no Uruguai. Com o apoio da Capitania dos Portos do Paraná (CPPR), a população teve acesso ao navio escolta e pode conhecer a estrutura de uma embarcação de guerra, além de tirar dúvidas com os militares sobre a vida no mar, a rotina a bordo de uma fragata e as peculiaridades da rotina marinheira. Ler mais →


Há pendências que precisam ser regularizadas para que a empresa receba o Certificado de Operador Portuário

5.1-porto-paranaguáA Comissão Permanente de Qualificação de Operador Portuário (COOPORT) comunicou à Presidência da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina que a empresa Fortesolo Serviços Integrados S/A não cumpriu com os requisitos necessários para renovação do Certificado de Operador Portuário. Ler mais →


normal_2401_audiencia2Mais de 600 pessoas participaram da audiência pública para apresentação do projeto de ampliação do cais de acostagem do Porto de Paranaguá. A reunião, realizada na noite de quarta-feira (23), teve mais de cinco horas de duração e permitiu que moradores de comunidades pesqueiras, tradicionais, indígenas e de todo os bairros da cidade participassem.  Ler mais →


normal_mapadesegurancaporto_6Trabalhadores e caminhoneiros que atuam no Porto de Paranaguá terão acesso às informações de segurança, rotas de fuga, abrigos, regras e contatos de emergência. O Mapa de Segurança, produzido pela Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) será distribuído, a partir deste mês, para todos os que fizerem o credenciamento para entrar no cais paranaense.

A iniciativa tem o objetivo de informar e difundir as medidas adotadas pela Appa, além das exigências do Código Internacional para Segurança de Navios e Instalações Portuárias, o ISPS Code. Ler mais →


Projetos já foram contratados e a expectativa é apresentá-los às comunidades no início de 2019. Serão cinco estruturas novas e nove reformadas. Elas darão mais segurança ao embarque e desembarque nas localidades ilhadas da baia de Paranaguá

reuniaoappaconstrucaotrapiches_2Os projetos para construção e reforma dos trapiches nas comunidades ilhadas do Litoral paranaense foram contratados pela Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa). Com isso, a expectativa é que a apresentação e a aprovação junto à comunidade aconteça no início de 2019. Serão cinco estruturas novas e nove reformadas, com custo estimado de R$ 10 milhões. Ler mais →


5.2- tcpO Blog da Luciane recebeu uma nota da Capitania dos Portos do Paraná onde esclarece que houve uma equalização, uma nivelação, de calado no Porto de Paranaguá.

Para os profissionais da Marinha, o uso do termo “equalização” é importante, uma vez que houve uma adequação do calado no período noturno.

Confira o que diz a nota:

No dia 19 de dezembro uma reunião entre representantes da CPPR, da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (APPA) e da Praticagem autorizou a equalização parcial entre o calado permitido para operações de atracação e desatracação no Porto de Paranaguá no período diurno e noturno.

A diminuição da diferença entre o calado permitido durante o dia e à noite é um processo que começou em agosto de 2018 e que tem a continuidade dependente da permanência do acompanhamento técnico a ser realizado pela APPA e pela Praticagem.

A CPPR autorizou o aumento de 30 centímetros nos parâmetros operacionais para a navegação noturna para navios com mais de 245 LOA (distância entre a proa e a popa medida na linha d´água) e 36 metros de “boca” (largura), passando do calado atual de 10,9 metros para 11,2 metros.

Já a autorização para os navios com até 245 LOA e 36 metros de “boca” é de um aumento de 80 centímetros de calado, passando dos atuais 11,7 metros para 12,5 metros – a mesma medida de calado para operações diurnas.

As autorizações estão condicionadas a eficiência dos sinais náuticos das boias de balizamento; visibilidade mínima; suporte de uma lancha da Praticagem para avaliação das condições operacionais, além da manutenção das restrições operacionais referentes aos canais internos e berços a serem operados.


Discussão sobre aumento do calado no Porto de Paranaguá já vinha acontecendo há meses e decisão foi tomada nesta quinta-feira, dia 20 de dezembro. Restrição à navegação noturna foi eliminada.

cidadeparanaguaporto_3Confirmado o aumento de calado no Porto de Paranaguá. Depois de meses de discussão, nova reunião técnica foi realizada nesta quinta-feira, dia 20, com autoridades do setor portuário. Ler mais →



vermelho {limão}