53-cida-reforca-acoes-de-combate-a-violencia-contra-a-mulherA governadora e candidata Cida Borghetti (coligação PP-PSDB-PTB-PROS-PMB-PMN-DEM) garantiu que reforçará as ações de combate à violência contra a mulher e ampliará as políticas públicas de proteção e inclusão. Cida, reuniu cerca de 200 mulheres, em evento realizado em Curitiba.

“Quando uma mulher é agredida, todas nós somos. A violência contra a mulher destrói as famílias, impacta no futuro de quem fica e abala a esperança de um Paraná justo. Vamos tratar o assunto com mais rigor, ampliar as ações de combate e equipar as Patrulha Maria da Penha para que garantam a segurança das mulheres paranaenses” afirmou a governadora.  Ler mais →


São ofertadas 258 vagas pelo Processo de Ocupação de Vagas Remanescentes (Provar); Inscrições seguem até 24 de setembro

ufpr-litoral-de-cimaA Universidade Federal do Paraná (UFPR) divulgou nesta segunda-feira (3) o edital do Processo de Ocupação de Vagas Remanescentes (Provar) 2018/2019, agora com vagas destinadas à estudantes de outras instituições que desejam fazer a transferência. Estão sendo ofertadas 258 vagas em diversos cursos, das quais 174 são para Curitiba. Também há vagas para Jandaia do Sul, Matinhos, Palotina e Pontal do Paraná. Ler mais →


Arrematante não cumpriu prazo para pagamento; novo leilão ocorre em setembro
A instituição é referência em procedimentos de alta complexidade como tratamento de queimaduras, cirurgias bariátricas, plásticas, além de transplantes de órgãos

A instituição é referência em procedimentos de alta complexidade como tratamento de queimaduras, cirurgias bariátricas, plásticas, além de transplantes de órgãos

A novela do Hospital Evangélico parece não ter fim. O juiz Eduardo Milléo Baracat, da 9ª Vara do Trabalho de Curitiba, decretou a nulidade do leilão do Hospital Evangélico e da Faculdade de Medicina, realizado no último 17 de agosto, em função do não pagamento do sinal de 20% por parte do Consórcio R+, que venceu o pregão. Após arrematar o hospital e a faculdade por R$ 259 milhões, o Grupo R+ deveria ter feito o pagamento até o dia 21 de agosto e o remanescente em até 60 parcelas iguais. Entretanto, o acordo não foi cumprido. O novo leilão ocorrerá no dia 28 de setembro, às 10h. Ler mais →


Usina Música celebra o aniversário de 15 anos com semestre de aulas online e abre unidade na Espanha

unnamed (1)Quebrar a barreira entre o desejo e o medo de tocar violão: é com esse intuito que a Usina Música (www.usinamusica.com.br) escolheu comemorar seus 15 anos com um curso de seis meses gratuito para quem quer aprender a tocar o instrumento. Totalmente online, o método incentiva aqueles que, apesar de gostarem, se sentem receosos com aulas presenciais, e também quem não desenvolveu a prática por falta de tempo.

Ler mais →


Inscrições vão até dia 16 de setembro

unnamedComeçaram no dia 16 de agosto as inscrições para o Programa Trainee Lojas Americanas. As vagas são para atuação no Rio de Janeiro, mas candidatos de todo o país podem concorrer, desde que tenham disponibilidade para morar na cidade. Os interessados devem ainda ser formados entre julho de 2016 e dezembro de 2018 nos cursos: Administração; Análise e Desenvolvimento de Sistemas; Ciências Contábeis; Ciência da Computação; Ciências Econômicas; Comunicação Social – Publicidade e Propaganda, e Marketing; Direito; Física; Engenharias; Estatística; Matemática; Relações Internacionais; Sistemas de Informação; Tecnologia da Informação. Pós-graduação será um diferencial. Ler mais →


Consórcio formado por grupo educacional de Brasília e empresa de saúde de Belo Horizonte-MG foi o vencedor do leilão judicial

Evangelico-825x509Sob intervenção da Justiça do Trabalho desde dezembro de 2014, o Hospital Universitário Evangélico de Curitiba e a Faculdade Evangélica foram arrematados por R$ 259 milhões em leilão nesta sexta-feira (dia 17 de agosto), na 9ª Vara do Trabalho de Curitiba. O juiz responsável pelo processo foi Eduardo Milléo Baracat. O pregão foi comandado pelo leiloeiro Helcio Kronberg e atraiu três grupos investidores. Foi arrematado pelo R+, grupo formado pela Única Educacional Ltda. De Brasília e Ambar Saúde de Belo Horizonte. “Esse foi um leilão de extrema relevância social, pois envolveu um dos maiores hospitais do Paraná parceiro do SUS e ainda a Faculdade de Medicina. Os recursos arrecadados serão destinados para o pagamento de dívidas trabalhistas, bancárias e tributárias”, explica o leiloeiro Helcio Kronberg. Ler mais →


Matéria de ALVARO SCOLA

20180723170914_660_420Uma função útil do WhatsApp, mas de que não gostam muito, é a capacidade de informar quando alguém está online ou quando essa pessoa está digitando uma mensagem para outra. Parte do público quer que seus contatos saibam o que eles estão fazendo, mas outra parte simplesmente não quer ser dedurado. Ler mais →


Os beneficiados pela Lei 13.677/18 poderão sacar seu benefício até 28 de setembro

saque-pis-pasep_e0e66139A partir desta terça-feira (14), todos os trabalhadores com direito à cotas do PIS, referente à Lei 13.677/18, poderão sacar seu benefício independentemente da idade ou outro critério. São mais de 20 milhões de brasileiros com direito ao saque. O valor total disponível ultrapassa R$ 29 bilhões, que poderão ser sacados até 28 de setembro de 2018. Ler mais →


O Dia D da campanha será 18 de agosto, quando mais de 36 mil postos estarão abertos no país; médicos têm papel importante neste processo de conscientização

WhatsApp Image 2018-08-07 at 15.27.38 (7)Os pais e responsáveis por crianças com idade a partir de 12 meses e menos de 5 anos estão convocados a levar seus filhos aos postos de vacinação a partir da próxima segunda (6), quando começa a Campanha Nacional de Vacinação contra Poliomielite e Sarampo. Mesmo as crianças que já receberam as vacinas anteriormente devem ser imunizadas. A meta é vacinar ao menos 95% das crianças dessa faixa etária. A campanha é voltada exclusivamente às crianças e termina em 31 de agosto. O Dia D da campanha será em 18 de agosto.

SARAMPO

No caso do sarampo, a preocupação é evitar que o número de casos da doença aumente. Desde o início do ano, o Ministério da Saúde já confirmou mais de 800 casos de sarampo no Brasil, a maioria no Amazonas e em Roraima. Outros 3.800 casos estão em investigação. A doença foi confirmada ainda em São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rondônia e Pará.
O Paraná não registra ocorrências de sarampo desde 2000, mas manter a doença longe do Estado depende da manutenção de altas taxas de cobertura vacinal. “Não há medidas preventivas eficazes no caso do sarampo. Apenas a vacinação pode frear o avanço da doença no país”, lembra o secretário Nardi.

PREOCUPAÇÃO

Segundo a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), o sarampo está presente em pelo menos 10 países das Américas além do Brasil. O maior número de casos confirmados é na Venezuela, com mais de 1.600 registros em 2018. A doença também foi identificada no Canadá, Estados Unidos, México, Peru, Colômbia, Equador, Antígua e Barbuda, Guatemala e Argentina. Desde 2016, a Opas declarou a região das Américas área livre do sarampo, conquista que pode ser perdida caso os casos da doença continuem a aparecer.
A superintendente de Vigilância em Saúde, Júlia Cordellini, explica que enquanto houver o vírus da doença em circulação no mundo, a doença pode voltar a contagiar crianças e adultos não imunizados a qualquer momento, mesmo em regiões onde a doença não é registrada há anos, como no Paraná, onde desde 2000 não registros da doença.
“Quando as pessoas estão vacinadas, mesmo que tenham contato com o vírus, não irão se contagiar e nem transmitir a doença para outras pessoas. Mas para isso é preciso imunizar ao menos 95% da população”, lembra Júlia.

COBERTURA

Nos últimos anos, o Ministério da Saúde tem notado queda nos índices de cobertura de diversas vacinas. No caso específico do sarampo, a imunização é feita através da aplicação de uma dose da vacina tríplice viral aos 12 meses de vida e uma dose da vacina tetra viral aos 15 meses, considerado reforço da primeira.
Dados preliminares do Ministério da Saúde mostram que no ano passado 85,2% das crianças brasileiras que deveriam ter tomado a vacina tríplice foram vacinados e 69,9% tomaram a tetra viral, bem abaixo da meta de 95%. No Paraná, a cobertura vacinal da tríplice e da tetra viral também ficaram abaixo da meta no ano passado. Em 2017, 86,29% das crianças paranaenses receberam a vacina tríplice e 83,27% tomaram a tetra viral.
Para Júlia, a diminuição nos índices de vacinação reflete desconhecimento sobre a importância das vacinas para a saúde e bem-estar das crianças, jovens e adultos. Ela lembra que manter a carteira de vacinação atualizada é uma ação simples, mas com grande impacto na saúde das pessoas.
“A vacina está disponível gratuitamente em todo o país. Mas é preciso que as pessoas se vacinem, levem seus filhos para se vacinar, mantenham suas carteiras de vacinação atualizadas. Precisamos reconhecer a importância do ato de se vacinar e aproveitar melhor esse direito”, finaliza Júlia.

Campanha do Ministério da Saúde. (Foto: MS)

MOBILIZAÇÃO NACIONAL

A campanha de vacinação deste ano é indiscriminada, ou seja, pretende vacinar todas as crianças dessa faixa etária no país, para manter coberturas homogêneas de vacinação. Para a poliomielite, as que não tomaram nenhuma dose durante a vida, receberão a VIP. Já os menores de cinco anos que já tiverem tomado uma ou mais doses da vacina, receberão a VOP, a gotinha. Em relação ao sarampo, todas as crianças receberão uma dose da vacina Tríplice viral, independentemente da situação vacinal, desde que não tenham sido vacinadas nos últimos trinta dias.

Para mobilizar a população, o Ministério da Saúde conta, neste ano, com o apoio da apresentadora de TV Xuxa. Não é a primeira vez que ela é madrinha de uma campanha de vacinação do Ministério da Saúde. Nos anos 1980, Xuxa também estrelou uma campanha de vacinação que bateu recordes e foi reconhecida até pela Organização Mundial da Saúde (OMS). No total, 11,2 milhões de crianças podem ser vacinadas.


unnamedA Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) apreciou e votou na sessão plenária desta terça-feira (7) uma pauta composta por 24 itens. Entre os projetos aprovados está o de nº 69/2017, que garante isenção do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) aos portadores ou responsáveis por indivíduos com Síndrome de Down. A iniciativa altera a Lei nº 14.260/2003, que já atende deficientes físicos, visuais, portadores de deficiência mental severa ou profunda e autistas. A matéria passou em redação final e agora segue para sanção, ou veto, do Poder Executivo. Ler mais →



vermelho {limão}