Caminhoneiro confirma que não viu. Ciclista estava na área de ciclofaixa. Gisele Adriane Fernandes estava grávida de 7 meses. Vídeo mostra o momento da colisão

Ciclista na ciclofaixa, mas no ponto cego do caminhoneiro

Ciclista na ciclofaixa, mas no ponto cego do caminhoneiro

Quando o ciclista não usa a ciclofaixa, os motoristas reclamam. Mas o que dizer do ciclista que usa e acaba sendo atropelado?

Foi o que aconteceu na rotatória do Parque São João, nesta segunda-feira, dia 4, por volta das 11h25 quando Gisele Adriane Fernandes, de 18 anos e grávida de 7 meses, e seu sobrinho foram atingidos por um caminhão, em Paranaguá.

Momento que há o contato e a gestante ainda estende o braço até o caminhão

Momento que há o contato e a gestante ainda estende o braço até o caminhão

Gisele estava na garupa da bicicleta e ainda levanta o braço na tentativa de “parar” o caminhão ou, pelo menos, chamar a atenção do caminhoneiro.

O motorista da carreta disse que não viu. “Vinha passando e não vi a menina. Parei na hora. Tinha um bombeiro na lotérica e ele veio e fez massagem cardíaca e as viaturas dos Bombeiros e do Samu chegaram muito rápido”, disse a

A pergunta que fica: o caminhão estava acima do peso ou abaixo, ou seja, podia ou não podia estar nesta área?

A pergunta que fica: o caminhão estava acima do peso ou abaixo, ou seja, podia ou não podia estar nesta área?

O acidente provocou discussões em redes sociais e em grupos de whatsapp. Muitas pessoas lembraram que o ciclista usava a ciclofaixa, mas que a mesma não tem sequência na rotatória. Até a retirada da rotatória foi comentada.

O impacto maior foi na área do bagageiro onde Gisele estava

O impacto maior foi na área do bagageiro onde Gisele estava

Um ofício do vereador Benedito Nagel, datado de julho de 2016, pede um estudo para instalação de um semáforo neste mesmo local onde a tragédia ocorreu.

Os colegas do face da TV Rio Itiberê conseguiram uma entrevista com o caminhoneiro. Confira o que ele disse.


afpgadaO Ministério Público do Paraná, por meio da 2ª Promotoria de Justiça de Matinhos, ofereceu denúncia por feminicídio contra homem que provocou a morte da companheira. A mulher foi agredida e jogada na piscina: morreu afogada. O crime ocorreu em 1º de janeiro deste ano, no Balneário Inajá (que integra a comarca de Matinhos). Ler mais →


notas falsasUma abordagem de rotina no Posto Rodoviário de Coroados, em Guaratuba, resultou no encaminhamento de um casal e na apreensão de uma impressora e de notas falsas no sábado (29). Policiais militares do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv), atuantes na Operação Verão Paraná 2018/2019, encaminharam os suspeitos e os materiais à Polícia Federal. Ler mais →


Apreensão fez parte de uma ação conjunta da Receita Federal e Polícia Federal apreendeu que aconteceu na madrugada desta quarta-feira, dia 19

58ce91bc-c8e6-4317-91e7-a1329f1279e4Por volta das 4 horas da madrugada desta quarta-feira, 19, equipes da Receita Federal e Polícia Federal – do Núcleo Especial de Polícia Marítima, NEPOM, realizavam buscas para encontrar possíveis contêineres contaminados e envolvidos com alguma situação ilícita, e, então localizaram aproximadamente 90 kg de cocaína.

A droga foi encontrada dentro de um contêiner no Porto de Paranaguá que estava carregado com mercadorias diversas. O contêiner seria levado o para o Porto de Antuérpia, na Bélgica.

Esta é a terceira ação deste tipo que tira, de circulação, uma grande quantidade de drogas.

224b0ce8-58e0-4bbb-a9b7-3e579664fb6e-1024x768Em setembro deste ano, a Polícia Federal descobriu 300 quilos de cocaína. Veja: http://www.blogdaluciane.com.br/2018/09/mais-de-300-quilos-de-cocaina-sao-encontrados-no-porto-de-paranagua/

Em Julho deste ano foram mais de 250 quilos do mesmo tipo de entorpecente, quando um cão farejador foi usado na ação.

http://www.blogdaluciane.com.br/2018/07/cao-farejador-ajuda-na-apreensao-de-350-quilos-de-cocaina-em-container-no-porto-de-paranagua/

 


decapitadoUm caso de homicídio ocorrido no final de outubro em Paranaguá, no Litoral do estado, levou o Ministério Público do Paraná, por meio da 6ª Promotoria de Justiça da Comarca, a apresentar denúncia criminal contra cinco pessoas. O MPPR requer a condenação dos denunciados pelos crimes de homicídio duplamente qualificado (motivo torpe e meio cruel), corrupção de menores, ocultação de cadáver e associação criminosa (quadrilha ou bando). Ler mais →


or-71291b59-2f5b-450b-834f-0e0b3ec76330Uma chácara na zona rural de Morretes, no Litoral do Estado, foi descoberta como laboratório de drogas sintéticas. A polícia chegou ao local após receber denúncias anônimas. Ler mais →


lg-9c3f9228-29db-46f1-b70e-e9caf0595a11Quarenta e três homens, além de seis adolescentes, foram detidos ao serem flagrados em uma rinha de galo em Guaratuba. Eles estavam em um barracão que foi encontrado pela polícia na noite do último domingo (11).

Ao todo, 29 galos eram colocados em disputa. No local estavam ainda materiais utilizados nas brigas, como esporas rígidas e biqueira de inox, e até materiais veterinários, utilizados no tratamento dos animais.

Os homens foram encaminhados para a delegacia e os animais serão avaliados.

Colaboração Polícia Militar Ambiental


pontal-640x360A polícia do Litoral do Paraná procura desde às 4h desta terça-feira (13), os suspeitos de terem explodido os caixas eletrônicos de uma agência bancária localizada no prédio da Prefeitura de Pontal do Paraná, no Balneário de Praia de Leste.

De acordo com a PM, não há confirmação de que o grupo tenha conseguido levar algum dinheiro, mas o prédio ficou bastante danificado. Testemunhas relataram a polícia terem visto duas pessoas na ação, no entanto, a polícia acredita que eles tenham contado com apoio de mais pessoas.

Informações: Rádio Litorânea


As cabeças ainda não foram encontradas. Um mesmo autor cometeu os dois assassinatos ou a polícia ainda vai encontrar outros criminosos?

Foto: Rádio Ilha do Mel FM

Foto: Rádio Ilha do Mel FM

Dia 25 de outubro a descoberta de um cadáver sem a cabeça assustou os moradores de Paranaguá, no Litoral do Paraná. E a situação já está fazendo certas teorias saírem do papel com o segundo corpo encontrado, nas mesmas condições, ou seja, sem a cabeça, no último dia 8 de novembro.

As cabeças dos dois homens, ainda, não foram encontradas. Além da decapitação, os dois corpos foram encontrados boiando no Rio Emboguaçu. Ler mais →


aifuPrefeitura de Guaratuba, Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e Conselho realizaram, no final de semana, uma Ação Integrada de Fiscalização Urbana (Aifu) em diversos locais da cidade. Foram oito pontos comerciais fechados e dezenas de autuações. Confira o saldo da operação. Ler mais →



vermelho {limão}