A próxima audiência ficou marcada para o dia 18 de fevereiro de 2019, às 10h, na sede do TRT-PR

Marcada-nova-audiencia-de-dissidio-entre-APPA-e-SINTRAPORT-diario-da-industria-300x133Foi adiada a audiência de dissídio coletivo envolvendo a Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (APPA) e o Sindicato dos Trabalhadores Empregados na Administração e nos Serviços de Capatazia dos Portos, Terminais Privativos e Retro-Portuários no Estado do Paraná (SINTRAPORT). A próxima audiência ficou marcada para o dia 18 de fevereiro de 2019, às 10h, na sede do TRT-PR. Ler mais →


Para o presidente do Sintraport, Adilson Cordeiro, este é o melhor acordo dos últimos seis anos

assinaturasintraport_4O diretor-presidente da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina, Lourenço Fregonese, e a direção do Sindicato dos Trabalhadores Portuários (Sintraport) assinaram nesta segunda-feira (03) o novo Acordo Coletivo de Trabalho dos servidores da Appa. As conquistas incluem a manutenção de direitos adquiridos, melhorias no auxilio transporte e participação dos funcionários de carreira em comissões que discutem avanços para a categoria em Paranaguá. Ler mais →


UntitledA decisão aconteceu no domingo (15), através da 3ª Vara do Trabalho de Paranaguá, conforme Portaria da Corregedoria 1/2018, que determinou a realização de novas eleições de segundo turno, no prazo de 30 dias, mantidas as chapas inscritas e a Comissão Eleitoral. Ler mais →


Convite Posse Sintraport 2018Nesta segunda-feira (16), acontecerá a cerimônia de posse da diretoria eleita em março, para a direção do Sindicato dos Trabalhadores Administração dos Portos do Paraná – Sintraport/PR no triênio 2018/2021.
O presidente é Adilson Cordeiro da Silva tem 49 anos, é portuário há 28 anos e atuou em diversas áreas da Appa, tanto na operação quanto na área administrativa. O vice presidente é Walmir Ferreira de Almeida. A diretoria é composta por 7 diretores e 7 suplentes, tendo também um conselho fiscal composto por 10 membros.
Atualmente o Sintraport tem 302 associados (dos 376 funcionários do quadro permanente da Appa).

A nova diretoria tem como prioridades a defesa dos postos e das condições de trabalho e a recuperação da renda dos trabalhadores, seriamente reduzida nos últimos anos. Os novos diretores ressaltam ainda que sua atuação será democrática, participativa e transparente.       

 


6.1- assembleiaO Sindicato dos Trabalhadores Portuários do Paraná (Sintraport) realizou uma assembleia da categoria onde foi aprovado indicativo de greve no porto.

Um contrato de R$ 4.3 milhões para terceirização da área de segurança na  Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) fez com que a categoria se mobilizasse.

Com a presença do presidente da Federação Nacional dos Portuários (FNP), Eduardo Lírio Guterra, e integrantes da Intersindical de Paranaguá, a assembleia foi realizada no dia 18 na sede campestre do Sintraport e comandada pelo presidente da categoria, Gerson do Rosário Antunes, o Gerson Bagé, e sua diretoria.

Bagé informou, durante a assembleia, que o Sindicato entrou com uma ação ordinária junto a 3ª Vara da Justiça Federal para anular o  Termo de Ajuste de Conduta (TAC) firmado com o Ministério Público do Trabalho, favorecendo a Appa no fechamento do contrato com a empresa ONDREPSB Limpeza e Serviços Especiais Ltda que assinou contrato.

“Esse contrato é considerado como uma terceirização dos serviços da Guarda Portuária”, garantiu o presidente do Sindicato.

Para o presidente da FNP, Eduardo Guterra, esta terceirização precisa ser impedida para que a estrutura como da Guarda Portuária não seja prejudicada.

O encontro foi acompanhado por diretores da Intersindical que se solidarizaram à categoria, neste momento.

O Encontro Nacional da Guarda Portuária que, acontece anualmente, deve ser realizado em Paranaguá neste ano.

 

 


convite prbO Partido Republicano Brasileiro (PRB) realiza neste sábado, dia 29, o 2º Encontro Municipal Agenda 10 quando serão apresentados projetos e propostas do partido para este ano, além da filiação dos pré-candidatos a vereadores e prefeito.

O presidente do Sintraport, Gerson Bagé é um das pessoas que se filia ao PRB, como pré-candidato a prefeito de Paranaguá.


Demolição está programada para acontecer hoje. Presidente do Sintraport entende que a ação judicial deve ser acatada, mas que é uma falta de respeito da Appa com a população parnanguara e com os portuários

Gerson Bagé, presidente do Sintraport

Gerson Bagé, presidente do Sintraport

Após uma liminar da justiça de primeiro grau, a Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (APPA) irá, com a força policial, retirar o Sindicato dos Trabalhadores Portuários (SINTRAPORT) de sua sede e demoli-la, hoje, dia 19 de agosto.

O presidente do Sintraport, Gerson do Rosário Antunes, mais conhecido como Gerson Bagé, disse em entrevista à Rádio Ilha do Mel FM na manhã de ontem (18), que irá conversar com o juiz de primeiro grau e através da comissão do Nelson Luersen, coordenador da frente parlamentar de transporte rodoviário de cargas, que irá conversar no tribunal e ver o que poderá ser feito nesta situação agravante.

Bagé afirma que é uma ação judicial e que deve ser acatada, mas que é uma falta de respeito da APPA com a população parnanguara.

Fonte: Rádio Ilha do Mel FM


IMG-20150627-WA0013O presidente do Sindicato dos trabalhadores Portuários de Paranaguá (Sintraport), Gerson Bagé, recebeu na última sexta-feira a visita de membros da diretoria do Rio Branco Sport Club. Durante o encontro se discutiu sobre a atual situação do clube parnanguara e, consequentemente, sobre a importância da união de todas as pessoas e instituições do município contribuírem com o clube.

Na oportunidade o dirigente portuário conheceu alguns projeto da equipe litorânea e firmou uma parceria que permitirá que os associados do Sintraport possam contribuir e aderir aos projetos do Leão da Estradinha com descontos direto no pagamento do salário. Gerson Bagé, que é declaradamente um torcedor do Rio Branco, ressaltou a importância de todos fazerem a sua parte. “Estamos a disposição, o que pudermos fazer para ajudar vamos fazer. É importante que todos se unam e contribuam com esta instituição tão importante para a nossa cidade”, destacou.

O presidente do Rio Branco, Thiago Campos, agradeceu e destacou que esta parceria é um dos importantes passos da nova diretoria para reestruturar o clube. “Temos muitas dificuldades financeiras e sabemos que só conseguiremos sair desta situação com a parceria de todos e hoje foi um grande conquista, pois o apoio deste importante sindicato e, principalmente, dos trabalhadores portuários será fundamental nesta jornada”, comentou, lembrando da representatividade destes trabalhadores. “Este é um sindicato respeitado e que envolve uma classe respeitada e responsável pela movimentação de grande parte da economia local. Sem dúvida, este foi um grande passo e vamos continuar buscando parcerias também com outros sindicatos”, concluiu.

Com a parceria, o Rio Branco Sport Club pretende, quando o Campeonato Paranaense se aproximar, realizar a venda de pacotes de ingressos com valores diferenciados para os associados do Sintraport, buscar também a comercialização do programa socio-torcedor e entre outras ações que estão sendo programadas.

Projeto Para Sempre Rio Branco

De imediato, o Sintraport abriu as portas para que o Rio Branco Sport Club possa apresentar e comercializar o Projeto Para Sempre Rio Branco, que consiste na venda de um tijolinho com o nome da pessoa física ou jurídica e que será fixado em um espaço na parte externa do Estádio Nelson Medrado Dias. Os torcedores que aderirem o projeto ainda receberão um certificado de participação, uma réplica do tijolinho para mesa de escritório, um cartão que permitirá a entrada nos jogos do clube em 2016, um adesivo e relatório mensal da prestação de contas da aplicação dos valores arredados com o projeto. Os pacotes são comercializados pelos valores de R$ 250,00; R$ 500,00 e R$ 1.000,00, podendo ainda serem parcelados em até 5 cinco vezes no cartão de crédito. Os associados do Sindicato poderão realizar o pagamento automático em seus vencimentos através da instituição bancaria.

Para adquirir o seu tijolinho ou ter mais informações basta enviar mensagem para email: riobrancoparasempre@hotmail.com, ou ligar para 8512-4111.

Fonte: Assessoria de Imprensa


Gerson Bagé assume e Orlei Miranda diz que nova diretoria assume um sindicato saudável financeiramente. Mais de R$ 1 mi aplicados em dois bancos

5.1-assinatura 2O Sintraport é a entidade que representa os funcionários da Appa, Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina.

O novo presidente é o advogado parnanguara Gerson do Rosário Antunes, que trabalha no Porto de Paranaguá desde 1995. Quem deixou o cargo, após dois mandatos consecutivos, foi Orlei de Souza Miranda.
A derrota do grupo que dirigia o Sindicato por mais de 30 anos, pode ser uma resposta da categoria às recentes mudanças implantadas pelo Administração portuária. A Appa, empresa do Governo Estadual, tem feito, desde 2013, várias alterações administrativas. Estas alterações resultaram na perda de postos e turnos de trabalho, bem como uma redução nos salários, principalmente nos setores da guarda portuária, atracação, controle e fiscalização.
Segundo Gerson Antunes, que é representante dos auxiliares de serviços gerais, “somos uma das categorias mais prejudicadas com as mudanças. Além da perda dos ganhos em mais de 30%, ainda existe a ameaça de não sermos recolocados no novo quadro funcional que está sendo preparado pela recém criada empresa pública”.
Antunes refere-se à recente alteração jurídica feita através da Lei Estadual 17.895/2013 que transforma a Appa de autarquia para Empresa Pública e determina sua regulamentação em 180 dias (prazo já terminado).

5.1-empossadosCerimônia 
Após a diplomação do novo presidente, Orlei Miranda disse  que deixou o Sintraport com uma boa saúde financeira. A saúde financeira, segundo Orlei, pode ser definida em R$ 1 milhão de reais aplicados em dois bancos.
Já o presidente empossado, Gerson Antunes, após a exibição de um vídeo com fotos e depoimentos dos portuários, afirmou que assume numa situação difícil, “É indispensável a ajuda de toda a categoria e a união com os demais sindicatos para a defesa dos nossos portos”.

Composição da Diretoria para o triênio 2013/2017

Diretores efetivos
Presidente: Gerson do Rosário Antunes;
Diretor de Assistência Geral: Walter Zella Mendes;
1º Tesoureiro – Geraldo Cecy Damacena;
1º Secretário – Ariosvaldo da Silva Alboitt;
Diretor de Assistência Social – Antonio Bizuti Miquilini;
Diretor de Patrimônio – Silas José Siqueira de Souza;
Diretor de Assuntos de Aposentados – Carlos Eduardo L.Brown;

Conselho Fiscal:
Presidente: Antônio Augusto dos Santos;
Membros: Josemar de Oliveira; Heleno José S. Sampaio; Valdecir Pereira Cardoso; Ercílio José de Souza.


Coluna Informe publicada no jornal Diário do Comércio 26/04/15

Luciane Chiarelliinforme

Abril foi marcado pelas posses
Duas retransmissões de cargo, ou seja, duas posses na Prefeitura em menos de 20 dias com a viagem do prefeito Edison ao Japão e a posse de Jozias.
Na Câmara, a situação se repetiu com a posse do vereador Arnaldo Maranhão como presidente e, agora a volta de Jozias como presidente, mais uma vez.
Nesta semana, quem tomou posse foi uma nova diretoria a frente do Sindicato dos Portuários do Paraná (Sintraport). Uma solenidade bem disputada. Gerson Bagé tomou posse como presidente do Sintraport, junto com muitos outros nomes que constam em matéria que o Diário do Comércio divulga nesta sexta-feira.
E, de forma bem discreta, no último dia 17, tomou posse a nova diretoria do Sindicato das Agências Marítimas do Estado do Paraná (Sindapar), para o quadriênio 2015/2019.
O Sindapar conta com Argyris Ikonomou, da empresa PEGASUS Agência Marítima como presidente; Jorge Magalhães Neto, da Rochamar como vice-presidente; Alessandro Nascimento, da agência Unimar como 1º Secretário; Mansur Mahamud Said Jr da MSC como 2º Secretário; Ismael Hajar da Blue Ocean como 1º Tesoureiro; Elizabeth Milla Gouvêa da empresa Porto Agenciamentos como 2º Secretário.
No Conselho Fiscal também tomaram posse Victor Simões Pinto, da Cargonave; Konstantinos Papanastassiou da Orizon; Jorge Maurício de Lemos, da Marcon e, ainda os suplentes Wellington Borba dos Santos, da Oceanus; Roberto Fontes Filho da Alphamar e Claudinei Nogueira, da Orion.

Guardas sem armas
Com ou sem? Eis a questão!
A Guarda Portuária de Paranaguá está sem armas e muita gente não está gostando disso.
E, há a chance de que o grupo nem volte a ter uma arma nas mãos novamente.
Porém, um revés, tirou o sorriso daqueles que não queriam nem pensar nisso com o resultado da votação sobre o projeto de terceirização.
É que o projeto envolvia a possibilidade de terceirização da Guarda Portuária.
E como foi reprovada, muita gente ficou a ver navios. (literalmente?)

Respirando
Em momentos de pico, cerca de 200 caminhões passam pelo pátio do Porto de Antonina, deixando livres as ruas do município. De acordo com material divulgado pela assessoria de Comunicação da Appa, a Associação dos Moradores do Bairro da Ponta da Pita chegou a publicar uma carta de agradecimento à diretoria do porto em agradecimento.
Fazendo com que os caminhões passem pelo pátio, o trânsito está fluindo de forma ordenada e quem ganha com isso são os moradores do bairro próximo ao Porto de Antonina.

Entrada da cidade
Congestionamentos são frequentes na Avenida Ayrton Senna. Quem precisa sair de Paranaguá em horários considerados de pico como 7h e 18h enfrenta sérios problemas. Buracos, sujeira e falta de sinalização complicam a situação.
E parece que nossa indignação não passa muito da Serra do Mar e precisa.
Precisa, porque a Avenida Ayrton Senna é de responsabilidade do governo federal e precisamos que o projeto de revitalização seja, efetivamente, colocado em prática. A principal entrada da cidade portuária de Paranaguá “precisa” da atenção que merece da senhora Dilma Roussef.



vermelho {limão}