O último dia de aulas para colégios estaduais será 19 de dezembro, uma quarta-feira. Carga horária mínima anual de 800 horas distribuídas em um mínimo de 200 dias letivos

CURITIBA,PR 08 DE FEVEREIRO DE 2011 - VOLTA AULAS - ANO LETIVO - 2011 - COLÉGIO ESTADUAL JULIA WANDERLEI - FOTO: GIULIANO GOMES - SEED

 FOTO: GIULIANO GOMES – SEED

O ano letivo de 2018 começa no dia 19 de fevereiro para um milhão de alunos matriculados na rede estadual de ensino do Paraná. Os 100 mil profissionais das escolas retornaram um pouco antes, para participar da Semana Pedagógica nos dias 15 e 16 de fevereiro.

Outras atividades de planejamento e formação também já estão programadas pela Secretaria de Estado da Educação. Ler mais →


Confirmação de rematrícula começou no dia 16 de novembro e segue até dia 01 de dezembro. Novas matrículas será de 4 a 8 de dezembro
Secretaria de Estado da Educação do Paraná, Colegio Estadua Yvone Pimentel com alunos em sala de aulas na volta as aulas depois da greve dos professores. 10-06-15. Foto: Hedeson Alves

Foto: Hedeson Alves

Secretaria de Estado de Educação  abre o período de matrículas na rede estadual com entregas de cartas de 6º e 1º do Ensino Médio direcionando-as para 2018.

 Concomitante  este processo inicia com as rematrículas para  aqueles alunos que permanecem nas mesmas escolas, lembrando que mesmo que o aluno frequente a escola que permanecerá para 2018 se faz necessário a rematrícula.
1. Rematrículas:
1.1 Os alunos já matriculados na Rede Pública Estadual de Ensino que continuarão os estudos na mesma instituição de ensino para 2018 deverá ser confirmado de 16 novembro a 01 dezembro de 2017.
 
1.2 Matrículas Iniciais
Os alunos matriculados no 6º e no 9º que optarem pelo Ensino Médio regular, deverão confirmar matrícula na instituição para qual foi direcionado no período de 04 a 08 de dezembro de 2017.
Para alunos das escolas indígenas o períodos é o mesmo.
1.3 Para os alunos que solicitam vagas na rede pública, que hoje estão matriculados em outra escola será
de 18 a 22 de dezembro de 2017.
 
1.4 Cadastro de espera de vagas
O aluno que por algum motivo desejar transferência para outra instituição diferente daquela em que estiver
matriculado em 2017 ou daquela que recebeu a carta direcionando (6ºano e 1º ano Ensino Médio), será a
partir de 02 de janeiro de 2018, onde o pai preencherá um cadastro e ficará aguardando vagas.
Documentos obrigatórios para Matrícula Escolar:
 
a) Certidão de Nascimento ou Certidão de Casamento ou Carteira de Identidade.
b) Carteira Identidade – RG (Para maiores de 16 anos e alunos da Educação Profissional (original e cópia).
c) Fatura de energia elétrica atualizada
d) Histórico Escolar ou Declaração de Escolaridade da Instituição de Ensino de origem ou guia de Transferência
emitida pelo Sistema Escolar WEB – original.
e) Carta Matrícula – quando o aluno for direcionado com carta.


Warning: Illegal string offset 'width' in /home/storage/c/c2/e4/blogdaluciane1/public_html/wp-content/plugins/jetpack/class.photon.php on line 473

Warning: Illegal string offset 'height' in /home/storage/c/c2/e4/blogdaluciane1/public_html/wp-content/plugins/jetpack/class.photon.php on line 474

1385378946CEEdvaldoMaria06Começou na segunda-feira (25) a semana da rematrícula para o ano letivo de 2014 nas escolas estaduais do Paraná. Familiares ou responsáveis legais pelos alunos que já frequentam a rede estadual de educação devem ir, até hoje, à escola confirmar se vão manter os estudantes na mesma escola ou se desejam a transferência.
“A continuidade dos estudos na rede pública de educação do Paraná é feita automaticamente. No entanto, os responsáveis pelos alunos devem comparecer às escolas para assinar a rematrícula e garantir a vaga para o ano que vem”, diz a diretora de Informações e Planejamento da Secretaria de Estado da Educação, Vanda Dolci Garcia. Alunos com mais de 18 anos podem assinar a própria rematrícula.
A segunda fase da matrícula, de 2 a 6 de dezembro, atende a alunos da rede municipal (5º ano) que entrarão na rede estadual (6º ano) e alunos do 9º ano que vão entrar na 1ª série do ensino médio. O mesmo caso vale também para as escolas de Educação Básica na modalidade de Educação Especial e escolas conveniadas para o ano de 2014.
Vale lembrar ainda que os prazos são importantes para que o Núcleo Regional de Educação de Paranaguá planeje com antecedência as ações do próximo ano.
A última etapa, de 9 a 13 de dezembro, atende a alunos que estão fora da escola e pretendem voltar a estudar, além de alunos da rede particular que pretendem ingressar na rede pública ou alunos vindos de outros municípios ou estados. Em todos esses casos é preciso comparecer em uma escola estadual no período estipulado para solicitar a matrícula.

Litoral
O Núcleo Regional de Educação apresentou relatório de direcionamento de matrículas do ano letivo de 2014 mostrando que para o 6o ano há um total de 123 vagas na região e mais 51 vagas para a primeira série do ensino médio.
Além do direcionamento chamado de “georeferenciamento” que é quando será dada preferência para a escola que fica mais perto da onde o aluno reside.
Atualmente, de acordo com o Núcleo, a situação de atendimento mostra que há uma procura de 2.956 vagas em Paranaguá no sexto ano do ensino fundamental e mais 2.396 vagas para a primeira série do ensino médio, sendo que o total do Litoral é de 5.199 para o sexto ano e 4.481 para a primeira série do Ensino Médio.


antonina todosNo Centro de Educação Profissional “Brasílio Machado”, em Antonina, os professores estão reunidos para rever o plano de ação dos gestores, para fazer uma análise dos índices de aprovação e reprovação de 2012 e traçar as metas para 2013.

Professora Viviane, há 23 anos na rede estadual

Professora Viviane, há 23 anos na rede estadual

A professora Viviane Gomes de Lara Gonçalves, que há 23 anos leciona no mesmo colégio diz que as semanas pedagógicas servem para a atualização e preparo dos professores, “já que sempre há uma expectativa é gerada para o início das aulas e essa expectativa é tanto dos professores como dos alunos”.

O professor Fabiano Franco de Andrade participa da sua primeira semana pedagógica em Antonina. “É uma oportunidade boa para obter informações dos colegas, da escola e, principalmente, do conteúdo e concepção da educação para o ano”, disse,

Professor Fabiano, primeira semana pedagógica em Antonina

Professor Fabiano, primeira semana pedagógica em Antonina

O Centro de Educação Profissional “Brasílio Machado” tem, aproximadamente, 500 alunos e 50 professores que estão se preparando para o primeiro dia de aula de 2013 que acontecerá no dia 14.

Centro Educacional "Brasílio Machado"

Centro Educacional “Brasílio Machado”


 A 2ª Promotoria de Justiça da Comarca de Matinhos (Litoral do Estado) ajuizou, nesta segunda-feira (04/01), ação civil pública em favor de paciente portador de Hepatite C crônica, com o objetivo de obrigar o Estado do Paraná a fornecer medicação.

Segundo a Promotoria, o paciente está em tratamento pelo Sistema Único de Saúde (SUS) no Hospital São Vicente, em Curitiba, em condições consideradas “gravíssimas” pelos médicos. “A patologia de que o autor é portador, sobre estar comprovada com os resultados dos exames a que se submeteu (inclusive biópsia) e ora anexos por cópias reprográficas autenticadas, é daquelas que, segundo lhe foi informado pelo profissional médico que o assiste, exigirá um acompanhamento médico constante, vez que o vírus poderá ceder à medicação e, tempos após, retornar”, sustenta a promotora de Justiça Carolina Dias Aidar de Oliveira. “A hepatite crônica do tipo C, se não combatida com eficácia, pode provocar a cirrose e risco de carcinoma hepatocelular”, destaca trecho da ação.

O MP-PR requer à Justiça que o Estado forneça ao paciente – através da 1ª Regional de Saúde de Paranaguá – o medicamento e todos os insumos necessários para administrá-lo, enquanto o tratamento for necessário.


 A partir de 2013, o governo do Estado vai antecipar de abril para fevereiro o início do repasse de recursos do transporte escolar para os municípios e reduzir a burocracia do processo. Os recursos passarão a ser transferidos diretamente às prefeituras, em 10 parcelas mensais, dispensando os antigos termos de adesão, da mesma forma como é feito no Programa Nacional do Transporte Escolar.
No Litoral, apenas a prefeitura de Paranaguá não tem convênio com o Estado para fazer o transporte dos alunos. Em compensação é o próprio município que é responsável e colabora com o transporte dos estudantes.
Este é mais um dos assuntos que deve ser tratado pelo futuro prefeito da cidade.
A nova sistemática, que vai beneficiar cerca de 250 mil estudantes atendidos pelo transporte escolar no Paraná, atende uma antiga reivindicação dos gestores municipais. Anteriormente, os recursos eram repassados apenas a partir de abril, dois meses depois do início do ano letivo.
“A representante da Secretaria da Educação no Comitê Estadual do Transporte Escolar do Paraná, Sandra Teresinha da Silva, explica que o repasse de recursos do Programa de Transporte Escolar é calculado com base no custo aluno por quilômetro, obtido por meio dos dados cadastrados pelos municípios no Sistema de Gestão do Transporte Escolar (Siget).


Warning: Illegal string offset 'width' in /home/storage/c/c2/e4/blogdaluciane1/public_html/wp-content/plugins/jetpack/class.photon.php on line 473

Warning: Illegal string offset 'height' in /home/storage/c/c2/e4/blogdaluciane1/public_html/wp-content/plugins/jetpack/class.photon.php on line 474

Governador Beto Richa paga décimo hojeO governador Beto Richa libera hoje (14) o pagamento do décimo terceiro salário dos servidores públicos estaduais ativos, aposentados e pensionistas – que, por lei, poderia ser pago até o dia 20. A medida vai colocar R$ 1,07 bilhão em circulação na economia do Estado.

Segundo Richa, o pagamento do funcionalismo é o maior compromisso financeiro do Estado. “Estamos adiantando mais uma vez o pagamento do décimo terceiro salário para facilitar as compras de fim de ano dos servidores. É uma forma de demonstrar o respeito que temos pela categoria e valorizar o serviço que presta à população”, disse.

A despesa do Estado com a folha salarial dos servidores, de janeiro a dezembro de 2012, somará R$ 13 bilhões. No ano passado, o valor foi de R$ 12,371 bilhões. O aumento deve-se à concessão de reajustes salariais para categorias como as de professores, servidores da saúde e policiais.

“Estamos honrando todos os nossos compromissos e demonstrando a preocupação do governo com os servidores, aposentados e pensionistas do Estado”, disse o secretário da Fazenda, Luiz Carlos Hauly.

O Estado tem 184 mil servidores ativos, do Executivo e órgãos da administração direta e autárquica, e 80 mil aposentados e pensionistas.



vermelho {limão}