Soube que leva 10 dias para a vacina fazer efeito. Por isso corri para vaciná-los o quanto antes”, declarou mãe que levou os filhos para tomar a vacina contra a febre amarela

Médica infectologista Lúcia Eneida Rodrigues faz orientações

Médica infectologista Lúcia Eneida Rodrigues faz orientações

A dona de casa Emília Garibaldi, que é do Espírito Santo e está há pouco mais de dois meses vivendo em Paranaguá, ficou preocupada quando teve as primeiras informações sobre a possibilidade de a cidade ter casos de febre amarela. Aproveitou a manhã de folga no trabalho e levou os dois filhos para serem vacinados, na unidade da Gabriel de Lara. “Soube que leva 10 dias para a vacina fazer efeito. Por isso corri para vaciná-los o quanto antes”, declarou a mulher. Ler mais →


Com o tratamento adequado a doença desaparece entre 5 e 7 dias

conjutivite1Paranaguá está passando por um surto de conjuntivite. A Secretaria Municipal de Saúde e Prevenção (Semsap) divulgou na manhã do dia 2 que durante o mês de março houve o registro de 13.404 atendimentos de pacientes com a doença no Pronto Atendimento – UPA. No último final de semana a procura foi intensa.  Ler mais →


Paranaguá passou de 29 da semana passada para 30 nesta semana. A guerra contra o mosquito já começou, mas a sujeira vai ser o grande desafio a ser vencido

3-1-mapa-dengueParanaguá tinha 29 casos autóctones e Guaratuba apresentou 1 caso confirmado na semana passada. Os resultados mostram a gravidade da situação, pois nesta semana, os números passaram a ser de 30 em Paranaguá e continua sendo, apenas um caso em Guaratuba. O aumento é baixo, mas o fato de avançar quando poderia estagnar, é motivo de preocupação. Ler mais →


DC 3.pmd


Paracetamol e dipirona são os únicos que podem ser tomados por pessoas com dengue, mas somente após orientação médica. Confira os locais de atendimento

6.1-sintomas-da-dengue-pode-serO paciente não deve tomar nenhum tipo de medicamento sem orientação médica, algo que pode agravar o quadro da doença ou prejudicar diagnóstico de posterior exame laboratorial para confirmação da doença. Os únicos remédios que podem ser tomados pelos pacientes são o paracetamol e o dipirona, somente após orientação médica.

De acordo com a Secretaria de Saúde, o atendimento é feito nas unidades com soro na veia e posterior liberação para receber um kit de tratamento da dengue. Além disso, os cidadãos atendidos recebem envelopes para preparar soro, algo destinado à hidratação, bem como orientação para repouso em casa durante o ciclo da doença, que dura de cinco a sete dias, com período de convalescença que pode durar por semanas, com possível debilidade física.
Os sintomas da dengue envolvem febre alta súbita, dor atrás dos olhos, extremo cansaço, além de possíveis náuseas, vômitos, manchas na pele (tórax e membros superiores) e dores nas articulações. Constatando esse quadro sintomático, o paciente deve se dirigir imediatamente aos postos de saúde do município ou ao Pronto Atendimento 24 horas da Baduca.

ENDEREÇOS DAS UNIDADES DE SAÚDE

Confira os endereços das Unidades de Saúde na zona urbana de Paranaguá para atendimento dos cidadãos que estiverem com a suspeita de estarem com dengue:

Unidade de Saúde 24h – Dona Baduca
Praça Portugal
Rua Domingos Peneda, s/n, esquina com a Av. Roque Vernalha – Estradinha
Fone: 3420-2842 / 3420-2839

UNIDADES EM HORÁRIO COMERCIAL: 

Unidade de Saúde Domingos Lopes do Rosário – Serraria do Rocha (PSF)
Rua Barão do Amazonas, s/nº – Serraria do Rocha
Fone: 3420-2822 / 3420-2824

Unidade de Saúde “Dr.Helvécio Chaves da Rocha” (Banguzinho)
Localizado na confluência da rua Soares Gomes, Presidente Getúlio Vargas e Av. Ayrton Senna da Silva
Bairro: Bockman
Fone: 3420-2847

Unidade de Saúde “Norberto Costa” (Valadares – PSF)
7 de Setembro
Fone: 3423-1120

Unidade de Saúde “Rodrigo Gomes” (Valadares – PSF)
Vila Bela
Fone: 3420-2840

Unidade de Saúde “Evanil Rodrigues” (Jardim Araçá – PSF)
Rua Washington Luiz , s/nº
Bairro: Jardim Araçá
Fone: 3420-2843

Unidade de Saúde “Dr. Simão Aisenman” (Vila Guarani – PSF)
Rua : Eugênio de Souza Esq. C/ Rua Tupiniquin
Bairro: Vila Guarani
Fone: 3425-1968

Unidade de Saúde Luiz Carlos Gomes – Vila do Povo (PSF)
Av José da Costa Leite, s/n° – Vila do Povo
Fone: 3420-2968

Unidade de Saúde Guilhermina Mazzali Gaida – Jardim Iguaçu (PSF)
Rua Jatobá, s/nº – Jardim Iguaçu
Fone: 3420-6163

Unidade de Saúde Aline Marinho Zacharias – Vila Garcia
Rua Sub-Tenente Onofre Moreira da Rocha, s/n
Bairro: Vila Garcia
Fone: 3420-6162

Unidade de Saúde “Argemiro de Félix“ (Santos Dumont)
Av. Pirapora no conjunto Habitacional
Bairro: Santos Dumont
Fone: 3420-2846

Unidade de Saúde “Sueli Dutra Alves”
Av. Bento Munhoz da Rocha esquina com Av. Pontal do Sul – s/nº
Bairro: Conjunto Nilson Neves
Fone : 3420-2973

Unidade de Saúde “Dr. Elias Borges Neto” (Alexandra – PSF)
Rua José das Dores Camargo s/nª
Bairro: Alexandra
Fone: 3425-8778

Centro Municipal de Diagnóstico e Especialidades – João Paulo ll
Rua Renato Leone s/nº – Vila Divinéia
Fone: 3420-6056

 



Warning: Illegal string offset 'width' in /home/storage/c/c2/e4/blogdaluciane1/public_html/wp-content/plugins/jetpack/class.photon.php on line 466

Warning: Illegal string offset 'height' in /home/storage/c/c2/e4/blogdaluciane1/public_html/wp-content/plugins/jetpack/class.photon.php on line 466

Warning: Illegal string offset 'width' in /home/storage/c/c2/e4/blogdaluciane1/public_html/wp-content/plugins/jetpack/class.photon.php on line 473

Warning: Illegal string offset 'height' in /home/storage/c/c2/e4/blogdaluciane1/public_html/wp-content/plugins/jetpack/class.photon.php on line 474

Nenhum laudo oficial foi divulgado, mas de acordo com contato de jornalistas com empresas que vendem o produto que estava no armazém incendiado, o produto é tóxico. Por isso, todo cuidado é pouco.

DSC08689Nesta semana, ocorreu um incêndio de grandes proporções em Paranaguá. Além de bobinas de papel e algodão queimados, um produto químico estocado em tambores também queimou e vazou até o Rio Emboguaçu.

Muitas pessoas estão sentindo dor de garganta, irritação nos olhos e dor de cabeça. Essas dores podem estar sendo provocadas pela inalação da fumaça do incêndio.

Caso você vá até um médico com estes sintomas e esteve próximo ou no local do incêndio, não esqueça de mencionar isso ao médico. A médica da Vigilância em Saúde da Prefeitura, dra. Juliana Queiróz, é quem dá a dica.

Nenhum laudo oficial foi divulgado, mas de acordo com contato de jornalistas com empresas que vendem o produto que estava no armazém incendiado, o produto é tóxico. Por isso, todo cuidado é pouco.



vermelho {limão}